Lista Telefonica Online de Itauna MG
 
 

_ _

Itauna MG Boa Tarde !, 23 de Julho de 2014

 

 

Lista Telefonica e Guia Comercial de Itauna MG

 

 

 

História

Até emancipar-se politicamente, Itaúna pertenceu administrativamente aos municípios: Sabará: 1711 Pitangui: 1715 Pará de Minas: 1848 Pitangui: 1850 Pará de Minas: 1858 Pitangui: 1872 Pará de Minas: 1874 Itaúna: 1901. O Município foi instalado em 2 de janeiro de 1902 e sua criação deu-se pela Lei Estadual número 319, sancionada pelo Governador Silviano Brandão em 16 de setembro de 1901. Os distritos que compunham o território de Itaúna quando de sua criação foram os de Santana do São João Acima (sede do município e correspondente ao que ficou reduzido o território atual), Carmo do Cajuru e o povoado dos Tinocos, desmembrados de Pará de Minas; os de Itatiaiuçu e Conquista (hoje Itaguara), desmembrados do município de Bonfim. A maior contribuição para a historiografia da cidade é do historiador João Dornas Filho, itaunense nascido em 7 de agosto de 1902.Sua obra mais conhecida de seus conterrâneos é, evidentemente, a que tem por tema sua cidade natal: "Itaúna - Contribuição para a História do Município", publicada em 1936. De acordo com João Dornas Filho, o primeiro morador do município foi Antônio Gonçalves da Guia, do que discordou o engenheiro e empresário itaunense, já falecido, Osmário Soares Nogueira, também estudioso da história da região, para quem o habitante pioneiro foi Manuel Pinto. A polêmica sobre o primeiro povoador da região não se encerra nesses dois nomes. Guaracy de Castro Nogueira, historiador e genealogista itaunense, ex-reitor da Universidade de Itaúna, sustenta que o pioneiro na região foi o Sargento-mor Gabriel da Silva Pereira, cujo pentaneto, Osmando Pereira da Silva, veio a ser prefeito da cidade. Sobre os primórdios do município, assim narra João Dornas na obra citada: "O que se conhece da história do Município de Itaúna está entrelaçado com a história de Pitangui, Bonfim e Pará de Minas, pois o arraial de Santana de São João Acima pertenceu, por muitos anos, a esses municípios". Continua o historiador na obra editada em 1936: "Lugar de escassa tradição na história do nosso Estado na época em que as minas de Vila Rica, Ribeirão do Carmo e Sabarabuçu enchiam a imaginação e os alforges dos intrépidos paulistas, Santana dormitava sossegadamente, lavrando a terra e criando o gado nas margens do pobre e escachoante S. João, que ainda hoje carreia nas suas águas o nosso minguado aluvião aurífero para as venturosas paragens do Pitangui...". Ainda comentando o que chamou de descobrimento do município: "Naquele tempo em que a descoberta do ouro era a preocupação dominante dos paulistas, lugar que o não escondesse nas suas entranhas não merecia a atenção do bandeirante. E esse era o caso de Santana, que humilde e ignorada, plantava e criava para o sustento dos mineradores vorazes" Um fato importante a ser salientado é a grande riqueza que sempre pairou entre Itaúna e Itatiauçu terras de grandes fazendeiros que levaram suas fámílias a formarem o povoado de Itatiauçu e Itaúna, em Itaúna o Bairro de Nossa Senhora de Lourdes bem como a região do bairro Padre Eustáquio é formada em sua maioria por descendentes destes grandes fazendeiros que tinham inclusive amizade com a famfília real.


Relevo

O ponto com maior altitude em itaúna é a Serra dos Marques, com 1 191 metros. Já o ponto de menor altitude é a Fazenda Córrego do Sítio, com 857 metros.[7]
A cidade é cortada pelo Rio São João, afluente do Rio Pará, que, por sua vez, é afluente do Rio São Francisco. São afluentes do Rio São João: o Córrego do Soldado, o Ribeirão dos Capotos, o Ribeirão Calambau, o Ribeirão dos Coelhos[7], o Ribeirão Joanica e o Ribeirão Bagaço.
Há duas represas no território: do Benfica e dos Britos. O município faz parte das bacias hidrográficas: Bacia do Rio Pará (afluente do Rio São Francisco) e Bacia do Rio Paraopeba (afluente do Rio São Francisco).
O rio tem grande importância na cidade , e recentemente, a prefeitura de Itaúna vem realizando projetos de limpeza e conservação do rio.

Bairros

O município possui atualmente cerca de 72 bairros: Aeroporto, Aeroporto II, Alaita, Antunes, Bela Vista, Belvedere,Centenário, Centro, Cerqueira Lima, Chácara do Quitão, Cidade Nova, Bairro das Graças, Distrito Industrial, Dona Jovenila, Eldorado, Fazenda da Chácara, Garcias, Irmãos Auler, Itaunense, Itaunense II, Jadir Marinho, João Paulo II, JK, Leonane, Lourdes, Morada Nova I, Morada Nova II, Morro do Engenho, Morro do Sol, Murilo Gonçalves, Nogueira Machado, Nogueirinha, Nova Vila Mozart, Novo Horizonte, Olímpio Moreira I, Olímpio Moreira II, Palmeiras, Parque Jardim Santanense, Parque Jardim América, Padre Eustáquio, Piaguaçu, Piedade, Pio XII, Residencial Santanense, Residencial São Geraldo, Santa Edwiges, Santa Mônica, Santa Mônica II, Santanense, Santo Antônio, São Bento, São Geraldo, São Judas Tadeu, Três Marias, Tropical, Universitário, Vale das Aroeiras, Vale dos Pequis, Várzea da Olaria, Veredas, Veredas II, Vila Augusto Chaves, Vila Israel, Vila Mozart, Vila Nazaré, Vila Santa Maria, Vila Tavares , Vila Vilaça e Vitória

Economia

taúna possui uma área de influência econômica e de serviços compreendida por treze municípios sendo: Bonfim, Carmópolis de Minas, Crucilândia, Igarapé, Itaguara, Itatiaiuçu, Juatuba, Mateus Leme, Passa Tempo, Piedade dos Gerais, Piracema, Rio Manso e São Joaquim de Bicas.
A população total da área, incluindo o município de Itaúna chega a 275 000 habitantes, com uma área total aproximada de 3 812,86 quilômetros quadrados sendo os municípios localizados próximos à MG-050 e à BR-381 (Fernão Dias).
A economia itaunense tem destaque nos setores de mineração, siderurgia, usinagem, têxtil. São empresas renomadas de Itaúna: a ArcelorMittal, a Intercast, a Saint-Gobain, a Minerita, a Cia Tecidos Santanense, a BMB, a Magnetti Marelli, a Ferguminas, a Minas Gusa, a Peripan, a C&S, entre outras

Localização

Itaúna tem uma população de 85 838 habitantes e uma área de 495,875 quilômetros quadrados. Localiza-se na região cortada pelo paralelo 20º 04' 32" de latitude sul e pelo meridiano 44º 34' 35" de longitude oeste.
Itaúna faz fronteira ao norte com Igaratinga e Pará de Minas, a leste com Mateus Leme, ao sul com Itatiaiuçu e a oeste com Carmo do Cajuru

Educação

Itaúna recebeu da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, em 1975, o título de Cidade Educativa do Mundo, pela alta qualidade do ensino municipal e envolvimento da sociedade civil para a melhora dos índices de educação. Itaúna é a sede da Universidade de Itaúna com campi em Itaúna, Almenara e Lagoa da Prata. Aproximadamente 8 000 alunos estudam diversos cursos de graduação e de pós-graduação.

Infraestrutura

Cortam o município duas rodovias estaduais:
MG-050 (Rodovia Nelson Penido): a oeste sentido Divinópolis e a leste (pedágio Nascentes das Gerais km 81) sentido Belo Horizonte. Rodovia em fase de duplicação.
MG-431 (Rodovia Nilo Penido): ao sul sentido Itatiaiuçu (caminho alternativo para BH) e ao norte sentido Pará de Minas.
Essas rodovias interligam-se com as seguintes rodovias federais:
BR-381 (Fernão Dias), a trinta quilômetros, pela Rodovia MG-431, dirigindo-se no sentido Itatiaiuçu. Permite acesso ao Sul de Minas e São Paulo.
BR-262, a 22 quilômetros de Itaúna, pela Rodovia MG-431, dirigindo-se no sentido Pará de Minas.Permite acesso ao Triângulo Mineiro e Centro-Oeste do País.
BR-262, a trinta quilômetros de Itaúna, pela Rodovia MG-050, dirigindo-se no sentido de Belo Horizonte. Permite o acesso a BH e, pelo anel rodoviário dessa capital, ao Rio de Janeiro e Brasília.

Ferrovia Centro Atlântica. Possui duas estações no município (Centro (museu), Padre Eustáquio e Santanense).

Cultura

Existem três teatros na cidade:
Teatro Sílvio de Matos
Teatro Vânia Campos
Grande Teatro da Universidade de Itaúna.

Pontos Turisticos

Gruta Nossa Senhora de Itaúna
Museu Municipal Francisco Manuel Franco
Estância Água Mineral Viva
Barragem do Benfica
Cachoeira "Cachoerinha"
Igreja do Rosário
Capela do Senhor do Bonfim
Praça da Matriz
Igreja da Matriz de Sant'Ana
Campus Verde Universidade de Itaúna
Escola Estadual de Itaúna
Colégio Sant'Ana

Esporte

A Prefeitura Municipal mantém todos os anos campeonatos regionais com a participação dos núcleos esportivos da cidade e ainda convida algumas equipes da região. Além disso mantém parceria com entidades que administram os seguintes clubes: Praça de Esportes de Santanense, Praça de Esportes de Garcias, Praça de Esportes de Lourdes, Praça de Esportes Juscelino Kubitschek, Praça de Esportes do Padre Eustáquio e o Poliesportivo do bairro Itaunense.
O [Esporte Clube Itaúna] é um clube de futebol profissional que disputa atualmente o módulo II da primeira divisão do Campeonato Mineiro e tem como estádio o [Estádio Municipal José Flávio de Carvalho]. Neste estádio joga também o clube [Coimbra Esporte Clube]..

©2010 Lista Telefonica e Guia Comercial de Itauna MG DiviFacil - Um novo conceito em Informação.


Fatal error: Call to undefined function publicidade() in /home/divif/public_html/segmentosgeral.php on line 228